Inspiração #1

Só para inspirar e deixar o nosso dia mais doce…
Bom fim de semana!

20121121-215117.jpg

20121121-215128.jpg

20121121-215143.jpg

20121121-215235.jpg

20121121-215251.jpg

20121121-215313.jpg

Anúncios

Palha italiana

Como prometido aqui vai a receita da palha italiana, é muito rápido e do mais fácil que existe!
Quem é fan de brigadeiros vai adorar porque é quase a mesma coisa!

Precisamos de:

1 lata de leite condensado
5 colheres de sopa de chocolate em pó
1 pacote de bolacha Maria (ou qualquer outro que se queira)
1 colher de sopa de manteiga

Eu, mais uma vez tentei minimizar os danos, se é que é possível! Mas a consciência ajuda e a minha ficou menos pesada. Comprei no pingo doce um leite condensado dito magro. Em vez de pôr a lata toda que já era pequena, pus pouco mais de metade, porque não queria ter doce para repetir, fiz o mesmo com o resto dos ingredientes.

Então vamos lá…

1. Num tacho põe-se a colher de manteiga e deixa-se derreter.

2. Deita-se a lata de leite condensado e o chocolate. Mexe-se até atingir o ponto de estrada (quando se passa com a colher no fundo e faz uma estrada de um lado ao outro do tacho).

3. Parte-se a bolacha aos pedaços, mistura-se e envolve-se no preparado.

4. Deita-se numa taça e deixa-se secar.

Desta vez deixei só assim e depois parti em 3 para servir. Mas quando fiz este doce no Natal, parti em tamanho de bombom, rolei em açúcar e embrulhei em papel de alumínio cada pedacinho para ficar individual e prático, há também quem não embrulhe, rola-se só no açúcar para não pegar, pode ser açúcar em pó, granulado, qualquer um.

(deu 3 doses com esta, mas não esqueçam que fiz metade dos ingredientes)

20120612-125709.jpg

Espero que experimentem e que adorem como eu 🙂

Eu e os doces, os doces e eu…

Sou completamente louca, apaixonada e viciada em doces, podem vir conventuais, secos, frescos, fofos, o que for…tirando folhados, como quase todos! Nos últimos meses tem sido ritual de todos os dias, depois quando chega o Verão e a roupinha é pouca, é andar a tentar todas as artimanhas para para que não se note os bolos que comi… difícil difícil!

No dia 7 de Maio a minha mãe foi operada, e eu estava cheia de medo, então seguindo o seu exemplo noutra situação, fiz uma promessa como filha linda querida atenciosa que zela pela sua mãezinha, que não há outra! Então a promessa foi um mês sem tocar em doces, sejam eles bolos, gelatinas, bolachas, nada, zerinho!

Bem, a minha mãe já teve 3 anos com a mesma restrição, e eu não sei como foi possivel, mas assisti e foi real!! Sei que um mês não se compara a isso, mas é um esforço enorme para mim! E há quem ache tudo isto uma parvoice, mas cada um com a sua ‘pancada’…

O certo é que correu tudo bem e desde dia 7 que não toco em nada, e têm passados maravilhas do outro mundo pelos meus olhinhos…todo o santo dia, ai!

Passo portanto os dias a imaginar o que vou comer no dia 8 de junho…só não queria que fosse um dia daqueles do arco da velha de tanto disparate como já falei aqui antes, mas a ansiedade é muita, porque é uma proibição, e o fruto proibido…

Comendo muitos doces ou não, aceito sugestões de um para me aconchegar quando o dia chegar 😉
E está tão quase…